Acompanhe nossas redes sociais
e fique bem informado
Notícias | Política
12.06.2017 - 08h20 | Gazeta On Line
Pedro Cunha Lima apóia tese de FHC sobre renúncia de Temer e eleições gerais
 
  • Tamanho do texto: A-
  •  
  • A+
A guinada do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que na quinta-feira se reposicionou e passou a defender que o presidente Michel Temer adote um “gesto de grandeza” e antecipe as eleições de 2018, agradou a ala jovem do PSDB, que defende o desembarque do governo. Um dos tucanos que se posicionou em defesa de FHC e sua tese foi o paraibano Pedro Cunha Lima, filho do senador Cássio Cunha Lima (PSDB). O parlamentar federal chamou FHC de o cabeça “mais preta” do ninho tucano hoje. No entanto, ele também não acha que as considerações do ex-presidente mudarão a posição do partido sobre a permanência no governo Temer.
 
"A resposta sincera é não. Mas tenho tentado estimular esse ambiente. Pode ser que mude" disse o deputado Pedro.
 
O ex-presidente deseja que a renúncia de Temer leve seu substituto — hoje o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) — a chamar eleições diretas. O movimento, no entanto, não deve repercutir na nova reunião da Executiva Nacional, marcada para o início desta semana.
 
A pauta do encontro deve girar em torno da antecipação de uma convenção nacional a fim de eleger um novo presidente definitivo para o PSDB, que é comandado interinamente pelo senador Tasso Jereissatti desde o afastamento do senador Aécio Neves (MG) em maio.
 
Os defensores da manutenção do apoio ao governo — majoritários e coordenados pelos governadores e ministros — não quiseram se manifestar sobre a posição de Fernando Henrique.
 
 
Comentários
   
   
   
©2010- 2017 . Portal Independente. Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Paula Araújo